Boletim


Publicado em: 08/2017


COMUNICADO AOS PROFESSORES


Caros(as) colegas:

Os professores da Unimep, reunidos em Assembleia conjunta da Adunimep e do Sinpro no dia 31 de julho, segunda-feira, discutiram a grave situação institucional da Universidade e por unanimidade decidiram entrar em greve a partir do dia 8 de agosto, terça-feira da próxima semana. Até lá convidamos a comunidade acadêmica para atividades de mobilização enquanto buscamos o diálogo e abertura de negociações com a Reitoria.

O que levou a Assembleia a decidir pela greve é a situação de caos, insegurança e instabilidade resultado de um conjunto de decisões e ações tomadas pela reitoria. Alunos não conseguem fazer matrícula, coordenadores não têm acesso à gestão de seus cursos, pagamentos de salários foram atrasados.

Tal situação ocorre em um contexto de perda da autonomia universitária em que medidas acadêmicas, administrativas e financeiras têm sido adotadas pela “Rede Metodista” em descumprimento às normas internas da Universidade. Destacamos, neste sentido, a interferência nas atribuições de aula, a substituição do sistema de gestão acadêmica (Totvs, que inviabilizou o funcionamento da Universidade), o fechamento de setores acadêmico-administrativos para realização de serviços à distância que levou à precarização do trabalhos de professores e a vida acadêmica dos alunos.

Além disso há questões importantes que agravam o contexto interno, como o desrespeito a diversos pontos da Convenção Coletiva de Trabalho: frequentes atrasos nos pagamentos de salários e férias, recolhimento do FGTS, disponibilização do holerite até o 5º dia útil do mês, irredutibilidade da carga horária, dentre outros.

A negativa, por parte da direção da Universidade, em iniciar as negociações históricas para celebrar o Acordo Coletivo de Trabalho foi outro motivo que motivou os professores a tomar a decisão.

O comunicado de greve já foi protocolado na reitoria e agora esperamos que a direção da Universidade abra o diálogo com os professores. Na segunda-feira, dia 7 de agosto, realizaremos uma nova Assembleia para confirmar a greve caso não haja uma resposta satisfatória por parte da reitoria quanto às questões levantadas pelos professores.

Além disso, esta semana será fundamental para fazermos a mobilização junto à comunidade acadêmica (professores, alunos e funcionários) para esclarecermos os motivos da greve. Este é um movimento contra o caos instalado aqui e em defesa da Unimep. A participação de todos é fundamental para fortalecermos o movimento.

Nesta quarta-feira, dia 2, faremos atos de esclarecimento à comunidade acadêmica de acordo com o seguinte calendário:

 

Piracicaba

7h20 e 19h - Esclarecimentos na Sala dos Professores

7h40 e 19h20 - Esclarecimentos em sala de aula (cada professor conversa com seus alunos)

9h10 e 20h40 - Concentração de mobilização no Teatro de Arena

 

Santa Bárbara d’Oeste

7h20 e 19h - Esclarecimentos na Sala dos Professores

7h40 e 19h20 - Esclarecimentos em sala de aula (cada professor conversa com seus alunos)

9h10 e 20h40 - Concentração de mobilização