Boletim


Publicado em: 04/2016


Manifesto à comunidade acadêmica


Ontem, 17/04, a Unimep foi surpreendida pela publicação de um edital, no site do Conselho Geral das Instituições Metodistas de Ensino (COGEIME), para o cargo de reitor da Universidade Metodista de Piracicaba, contrariando seu estatuto conforme Seção III, da Reitoria, Art. 32, “O mandato de Reitor, do Vice-Reitor e dos Coordenadores é de 4 anos, podendo haver recondução”.

Diante de tal publicação, a Adunimep, respeitando seu compromisso histórico em defesa de uma universidade autônoma e democrática, construída coletivamente, vem manifestar estranheza e indignação por essa atitude se encontrar totalmente fora das práticas desenvolvidas no seu interior, sem diálogo com a comunidade, sem comunicação com seus órgãos superiores colegiados. Além disso, o edital qualifica o cargo de reitor como se fosse um mero executivo de uma empresa no mercado de produção de bens, desconhecendo completamente o que seja a especificidade que envolve a responsabilidade, a competência e os valores de uma instituição de ensino superior.

No caso da Unimep, esse desconhecimento se agrava uma vez que é a sua Política Acadêmica que baliza as discussões e decisões acadêmico-administrativas, ao lado do que proclamam Regimento e Estatuto. Isto posto, a Adunimep se manifesta preocupada ao identificar, como rege o estatuto da Unimep, no seu Art. 33, entre as atribuições do reitor, aquela que ressalta a complexidade de um gestor acadêmico, presente no inciso IV, ao “convocar e presidir o Consun, o Consepe, o Conselho Comunitário, a Cages, a Assembleia Universitária e o Colegiado de discentes, com direito a voto, inclusive ao de qualidade”, totalmente desconsiderada em tal edital.

Até o presente momento, estamos expostos à uma profusão de informações da rádio corredor, que dissemina a insegurança e a instabilidade, em prejuízo à nossa normalidade cotidiana, ameaçada, ainda mais, pela demissão abrupta do presidente da Associação dos Funcionários do IEP (AFIEP), fato inédito e desrespeitoso com o representante de uma categoria que, historicamente, mediante um canal de diálogo constante com a instituição garantiu, em muitos momentos, assim como a Adunimep, a superação ou o enfrentamento das crises que se apresentavam.

A comunidade acadêmica não participou de nenhuma discussão que tratasse da possibilidade de um novo reitor, nem mesmo foi chamada para uma reflexão sobre o compromisso deste frente a um projeto de universidade compatível com a nossa exitosa experiência acumulada, no que tange a gestão do processo acadêmico-administrativo. Portanto, trata-se de um total desrespeito ao atual reitor, aos órgãos colegiados superiores, bem como, a toda comunidade unimepiana.

Neste sentido, além dos aspectos já mencionados, manifestamos nosso repúdio a esse tipo de encaminhamento, que num momento de muitas dificuldades e desafios, tanto de ordem interna como externa, que torna mais do que nunca necessários o diálogo e a transparência, nos deparamos com um processo sucessório na Unimep, que ignora toda a conjuntura que nos cerca, além do esforço que vem sendo dispendido, com a contribuição fundamental dos seus funcionários e professores, para garantir a sustentabilidade desta instituição, do ponto de vista qualitativo e financeiro.

 

 

Associação dos Docentes da Universidade Metodista de Piracicaba – ADUNIMEP.