Histórico

Após muitos anos de silêncio, a Universidade brasileira ensaia a retomada de sua voz através das Associações Docentes que surgem em 1976, na perspectiva de defesa desta instituição fortemente abalada pelas constantes intervenções do regime militar e na defesa dos interesses dos seus docentes.

 

O lugar de vanguarda que a Unimep assumiu na defesa dos legítimos direitos democráticos, e que marca toda sua trajetória, foi anunciado em 19 de novembro de 1977, quando se realizou sala 301 do prédio Centenário, a Assembleia de Constituição da Associação dos Docentes da Unimep.

 

Que ninguém creia que isto nos foi concedido. Foi um momento cunhado com a coragem e a rebeldia daqueles que acreditavam que não valia a pena manter o emprego se o medo sobrepusesse os princípios e se o silêncio tivesse que ser mantido. Assim, há 35 anos, mais que constituir uma Associação Docente forjávamos nossa autonomia.

 

O Estatuto da ADUNIMEP, aprovado naquela data, diz que a Associação tem por finalidade precípua a união da classe, a defesa de seus interesses e direitos e a assistência aos seus associados. A Associação propõe-se a: constituir-se independente e autônoma em relação à estrutura administrativa da Unimep; posicionar-se perante problemas gerais e permanentes da vida universitária, tais como a relação entre ensino, pesquisa e comunidade; relações da Universidade face ao Estado e a nação; empreender uma participação ativa, crítica e permanente no processo de institucionalização da Unimep, no sentido de que o corpo docente seja representado em todos os desdobramentos desse processo; atuar no sentido de reconhecimento e valorização do professor como profissional para que tenha melhores condições de trabalho.

 

Nossa história mostra que, mais que fiéis, temos sido incansáveis na defesa do que nos propusemos. Diante das transformações vividas pela Universidade nestes últimos 35 anos, na ADUNIMEP mantivermos nossa capacidade de luta, mobilização e conquistas, mesmo com um cenário nacional indiferente e adverso.

 

Que continuemos renovando nossos votos de união, independência, vigilância científica e política para que a Unimep possa continuar sendo o paradigma anunciado em 1977!

 

A DIRETORIA